Município participa da 13ª Semana Nacional de Museus com ações culturais diversas

 

                O Museu Casa Natal de Santos Dumont participou da 13ª Semana Nacional de Museus comemorativa do Dia Internacional de Museus.  A participação de Santos Dumont no evento foi marcada com a promoção de eventos culturais realizados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Turismo, Esporte e Lazer, Secretaria Municipal de Educação e Cultura, pelo IF e Fundação Casa de Cabangu.

            No dia 18 o prof.  Sandro José Barroso de Almeida, licenciado em Ciências Biológicas pela UFJF, ministrou a palestra sobre o tema "Sustentabilidade"  aos alunos da educação básica do Colégio Municipal Santo Antônio.

             Dia 20  aconteceram apresentações teatrais, recreação infantil e atividades de guiamento de crianças executadas pelos alunos do Curso Técnico em Guia de Turismo do IF Sudeste MG.        Mais tarde, as atividades culturais continuaram com a abertura da Exposição Réplica "O Demoiselle" confeccionada pelo artesão sandumonense Ailton Aparecido Alves, que permaneceu para visitação pública até dia 22.

            Nesta 13 edição,  o tema proposto pelo Conselho Internacional  de Museus -ICOM foi "Museus para uma sociedade sustentável", que teve o objetivo de enfatizar a importância de uma maior conscientização da ação do homem sobre nosso planeta, reforçando a necessidade de alinhar o nosso modelo econômico e social à perspectiva da continuidade e inovação.

            A Semana Nacional de Museus é uma temporada cultural promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) que neste ano contou com a participação de 1.378 instituições culturais realizando mais de 4.500 atividades.

 

            Para a secretária Cláudia Rocha, a participação do Museu de Santos Dumont na Semana Nacional dos Museus é muito importante porque integra um movimento de toda uma nação. "E por outro lado, trabalhando o tema Sustentabilidade, estamos convocando toda a comunidade a refletir sobre as questões ambientais e econômicas de grande relevância, transformando o Museu num espaço de educação e divulgação cultural", enfatizou Cláudia. 

Entidades discutem implementação do Plano Museológico para o Museu de Cabangu

                 

            O governo Municipal representado pelo Chefe de Gabinete Rodrigo Corrêa presidiu a reunião de estudos para elaboração e implementação do Plano Museólogo para o Museu de Cabangu. O encontro aconteceu na Prefeitura, no último dia 13,  e contou com a participação da diretora da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Esporte, Turismo e Lazer Cláudia Rocha Jorge, do assessor de Turismo Bruno Guilarducci, da representante da Fundação Casa de Cabangu Mônica Castelo Branco, e os museólogos Felipe Hoffman, Carlos Augusto Jotta, Alessandra Freire  - Museólogos da Empresa FatoMuseal.

            O plano é compreendido como a “ferramenta básica de planejamento estratégico, de sentido global e integrador, indispensável para a identificação da vocação do Museu" e será elaborado de acordo com a Lei nº 11.904/2009 que é o marco regulatório do setor de museus.  O turismólogo Bruno explica que o mesmo também "fundamenta a criação ou a fusão de museus, constituindo instrumento fundamental para a sistematização do trabalho interno e para a atuação dos museus na sociedade".

            Para a secretária Cláudia, a elaboração desse plano é um instrumento fundamental para que o Museu possa impulsionar sua gestão, assegurar e salvaguardar seu acervo e conduzir com mais eficácia os seus recursos. "O plano será dividido em Diagnóstico que mostrará a situação do Museu de Santos Dumont;  fase de elaboração de programas e  fase de projetos identificando as soluções a serem desenvolvidas e implementadas. Os programas serão divididos em: Institucional, gestão de pessoas, acervos, exposições, educativo e cultural, pesquisa, arquitetônico-urbanístico, segurança, financiamento e fomento e comunicação".

            O secretário Rodrigo ressaltou que essa reunião demonstra o comprometimento do  prefeito Bebeto Faria  visando a estruturação da atividade turística no município e principalmente a regularização das atividades do nosso maior patrimônio histórico e cultural que é o “Museu de Cabangu” berço do nosso filho mais ilustre Alberto Santos Dumont, patrono da Aviação Brasileira.

Tida Grillo

 

Jornalismo PMSD

Projeto Falcões Tambores ganha  1º lugar no Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras do RJ

 

            A fanfarra infantojuvenil de Santos Dumont do Projeto Falcões dos Tambores ganhou o 1º  lugar geral na 1 Etapa do Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras do Estado do Rio de Janeiro. O concurso aconteceu no domingo dia 17, em Belfor Roxo, reunindo cerca de 15 bandas da região do Rio. De nossa cidade a banda foi composta por 43 membros e participou na categoria Senior.

            A fanfarra começou suas atividades há 15 anos no Colégio Municipal São José e hoje treina representando a E.E. Presidente João Pinheiro.  Além do 1º lugar geral, a banda foi premiada com o 1º lugar em Regência com o Joãozinho da Fanfarra, 1º lugar em Corpo Musical e 2º lugar em Regente Mor.

            Segundo o instrutor regente Paulo Henrique - Bocão - a fanfarra de nossa cidade foi a única do estado de Minas a participar da competição no Rio. "Gostaríamos de agradecer a todos os nossos colaboradores e a ajuda do vereador Valdir da Banda e principalmente do prefeito Bebeto Faria que nos possibilitou o apoio com o transporte".

            Com essa premiação, a fanfarra está classificada para a 2ª Etapa do referido concurso que acontecerá em Mage no mês de julho, quando concorrerá na busca do índice de pontuação previsto para participação no Torneio Brasileiro de Bandas e Fanfarras.

Tida Grillo

Jornalismo PMSD

 

 

Reuniões buscam solução para o Hospital de Misericórdia

 

Egrégio Conselho, Prefeituras e Ministério Público

buscam consenso para nova gestão do Hospital

 

            Os graves problemas financeiros que colocam o Hospital de Misericórdia de Santos Dumont numa situação delicada em relação ao atendimento prestado à população da região foi tema de reunião realizada na tarde de 13 de maio, no Gabinete do prefeito Bebeto Faria, que contou com a presença do Promotor de Justiça, Dr. Roger Aguiar, dos prefeitos das cidades de Ewbank da Câmara, Mauro Martins; Aracitaba Antônio Carlos Neves; de Oliveira Fortes, Hilário Lacerda; e ainda do Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Zaldivar Virgolino Serafim; das secretárias municipais de saúde dos municípios de Santos Dumont e Ewbank, Thais Bittar e Elizete; e do Procurador Jurídico da Prefeitura de Santos Dumont, Dr. Sérgio Batalha. Representando o Hospital, estiveram presentes o Provedor, Dr. Marcos Barreto; o administrador Marcelo Feliciano Costa  e o advogado Dr. Milton Jones Paiva.

Falta de Recursos

            A difícil situação do Hospital de Santos Dumont teve início no ano de 2011, quando a Maternidade Anna Maria chegou a ser fechada quando a administração municipal anterior entrou em rota de colisão com a direção do hospital. A Secretaria de Estado da Saúde também deixou de realizar repassar mensais para o Hospital, que chegou a uma situação insustentável. Na ocasião, com a intervenção do Ministério Público e do deputado Luiz Fernando, um acordo foi selado e a Fundação HU, por indicação do então Secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge, com a concordância do MP, do Egrégio Conselho e dos médicos, assumiu o hospital. Os repasses foram retomados e a situação melhorou significativamente, ocorrendo a reabertura da Maternidade e a sonhada implantação da UTI em nosso hospital. Contudo, os problemas voltaram a aparecer, e o subfinanciamento da saúde pública no Brasil, aliado a uma gestão hoje questionada por muitos, levou novamente o hospital a uma situação de crise, que chegou ao limite no início deste ano, quando o governo do estado foi assumido pelo governador Fernando Pimentel (PT), que suspendeu o repasse do convênio, levando a Fundação HU a renunciar ao convênio e encerrar a parceria, alegando incapacidade financeira para gerenciar o hospital.

Dificuldades

            Diante do quadro, o Promotor de Justiça Dr. Roger Aguiar, juntamente com a Secretária Municipal de Saúde Thais Bittar e o Procurador Jurídico do Município Dr. Sérgio Batalha foram a Belo Horizonte em busca da renovação do convênio com o Governo de Minas para evitar a descontinuidade dos serviços prestados pelo hospital.

Em seguida, uma série de ações políticas, principalmente ligadas a integrantes do Partido dos Trabalhadores, foram iniciadas na cidade visando sensibilizar o Governador a retomar o convênio, o que ainda não aconteceu. Na última semana, a Secretaria de Estado da Saúde fez o depósito, via Fundo Municipal de Saúde, de cerca de 1,2 milhões, relativos aos repasses dos meses de janeiro e fevereiro, data em que venceu o convênio.

Bloqueio de Recursos

            Diante de um relatório enviado pela Provedoria, informando que a Fundação HU teria descontado dos funcionários contribuições relativas a FGTS e INSS e se apropriado ilegalmente destes recursos, o Ministério Público entrou com um pedido de liminar bloqueando os recursos visando garantir o direito dos funcionários do hospital, já que existia o temor que o recursos fosse utilizado pela FHU para cobrir outros débitos, uma vez que o convênio existente era entre o Estado, a Prefeitura e a Fundação HU.

Propostas

            Na reunião realizada no dia 13, após várias explanações dos presentes sobre os problemas do hospital, o prefeito Bebeto Faria solicitou ao Dr. Roger Aguiar que solicitasse ao Dr. Ricardo Rodrigues de Lima, Juiz de Direito, o desbloqueio de pelo menos parte dos recursos para que a direção do hospital pudesse pagar a folha dos funcionários relativa ao mês de março. Dr. Roger ficou de conversar com o juiz e intervir a favor dos funcionários.

Com relação à gestão futura do hospital, a proposta que obteve consenso entre os presentes foi a formação de um novo Egrégio Conselho do Hospital, que é composto por 23 integrantes, conselho este que seria formado da seguinte maneira: 8 membros indicados pelo hospital, e 15 membros indicados pelas 4 prefeituras, Ministério Público, Defensoria Pública e Conselho Municipal de Saúde, tornando o Egrégio um conselho mais aberto e transparente.

Aprovação do Egrégio

            A proposta foi levado ao atual Egrégio Conselho do Hospital ainda na noite do dia 13, e após os conselheiros analisarem a proposta e os caminhos que poderiam ser tomados, ficou decidido que todos os integrantes renunciariam a seus mandatos e que o Hospital indicaria 8 nomes entre seus integrantes, esperando que os demais parceiros façam suas indicações para que o novo Egrégio seja formado o mais rapidamente possível.

A intenção é definir como será empregado o recurso bloqueado pela justiça e propor um acordo ao Juiz de Direito liberando os recursos bloqueados para pagamento da folha de pagamento dos funcionários e quitação das contribuições previdenciárias que se encontram em aberto, já que para que o hospital esteja apto a assinar convênios e receber recursos públicos é necessário ter todas as certidões negativas.

 

Gabinete

Campo Alegre na luta contra a Dengue

A coordenadoria  do Programa de Controle da Dengue - PNCD promoveu uma mobilização social na comunidade de Campo Alegre, com a participação dos alunos e funcionários da E.M. Vila de Campo Alegre. A ação aconteceu no dia 13 de maio e contou com uma palestra sobre a situação do município em relação ao vetor  e com informações sobre a prevenção da doença, controle e cuidados para evitar o mosquito Aedes aegypti.

Logo após a palestra e bate papo a respeito do assunto, professores e crianças do 3º, 4º e 5º anos foram para a Praça e arredores da escola para  recolher todos os materiais e lixos jogados no chão que poderiam virar criadouros dos mosquitos, aprendendo  na prática como evitar a dengue. Para motivar e incentivar os participantes, foi feito um sorteio de bolsas com slogans da Dengue entre os alunos.

Para a coordenadora do PNCD  Maria Nézia Teixeira, implementar ações preventivas nas escolas é importante para despertar nas crianças o interesse em ser um forte aliado na luta contra a Dengue não só na escola, mas principalmente dentro de sua casa, mantendo o quintal e ruas limpos e não jogando lixo em lotes vagos ou córregos. 

 

Tida Grillo

Jornalismo PMSD

 

   

 

Como evitar a exploração e o abuso Sexual  dos nossos jovens?

 

 

 

"Como evitar a exploração e o abuso sexual dos nossos jovens?" Esse foi o tema do 3º Concurso de Redação e Frase do CREAS - Centro de Referência em Assistência Social, visando sensibilizar a comunidade sandumonense para o movimento do Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de Maio.

A cerimônia de premiação do concurso aconteceu na tarde do dia 18,  no salão nobre do Grêmio Mário de Lima, e foi presidida pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Social e Combate às Drogas Sebastião Cassete e pelo presidente do CREAS Jony Tinoco, contando com a presença de alunos das escolas da rede municipal e estadual de ensino. 

Na abertura dos trabalhos, o secretário Sebastião relembrou o caso "Araceli" que deu origem à data de luta contra o abuso e exploração infantil e enfatizou que é preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual. " Nossa Secretaria e o governo atual têm se mobilizado na luta contra essas práticas e o concurso de Redação vem procurando trabalhar esse tema dentro das nossas escolas, incentivando os alunos a discutirem a questão".

Premiação motiva alunos, professoras e escolas

O momento foi motivado com sorteio de prêmios e com a palestra "O que podemos fazer para prevenir o abuso sexual de crianças e adolescentes?" proferida pelo psicólogo Alexandre Cruz, que iniciou sua fala com um bate papo informal, destacando o SABER, CONHECER para poder AGIR. 

Na categoria de Frases foram premiados: 1º lugar Graziela  Flausino da Silva e sua professora Sandra Helena Coelho de Oliveira da E.M. José Carlos de Paula; 2º lugar  Hozidane Rafael Dias e sua professora Janaina Grigorini da E.M. Maria da Glória de Carvalho Villanova e em 3º lugar Bruna Aparecida Custódio Constantino e sua professora Lilian Gomes da Silva da E.M.  Maria Cândida.

Na categoria Redação foram premiados: em 1º lugar a aluna Vitória Amaral de Paula Silva e sua professora Eunice Valério Gomes da E.M. Santo Antônio; em 2º  lugar Ana Beatriz Ferreira e sua professora Alyne Alves Vieira da E.M. Anita Soares Dulci e em 3º lugar Luiz Ricardo de Paiva e sua professora Carla Maria Ferreira Amorim da E.E. Padre Antônio Vieira. No Ensino Médio a premiação foi para Camila Perenzim Cândido e sua professora Fabiana Brasil Campos da E.E. Cornélia Ferreira Ladeira.

Os prémios foram: câmera fotográfica, som portátil, tablet, dvd e celular para os alunos, bombons para as professoras e câmaras de fotografia para as escolas dos primeiros colocados.

"Só as crianças mudam o país"

O evento foi prestigiado pelo chefe de Gabinete Rodrigo Corrêa, que em nome do prefeito Bebeto Faria parabenizou a participação de todos por um objetivo tão nobre e ressaltou que o governo municipal apoiará sempre todas as iniciativas em prol do desenvolvimento saudável das nossas crianças. "Só as crianças poderão mudar e trazer dias melhores para o país e a data 18 de Maio marca a responsabilidade e o compromisso dos adultos com essas crianças".

O momento contou ainda com a presença do Presidente da Câmara Felipe Chaves, do secretário de Administração Dalton Abud,  da representante da Secretaria de Educação profa. Nadir Silva de Brito e do representante do 4º Esq. C Mec. Luiz Carlos C. Cardoso.

 

Frases vencedoras

 

 1º Lugar: “Exploração e abuso sexual, cada um de nós podemos mudar esta história.”

Aluna: Graziela Flausino da Silva

2º Lugar: “Devemos buscar na orientação o caminho para combater esses abusadores, a conversa com crianças e jovens sempre é o melhor caminho.”

Aluna: Hozidane Rafael Dias

3º Lugar: “Para combatermos a violência e a exploração sexual, devemos denunciar todo tipo de malícia, estarmos atentas a qualquer comportamento das pessoas a nossa volta e ouvirmos os conselhos vindos dos pais, pois não sabemos o que pode acontecer.”

Aluna: Bruna Aparecida Custódio Constantino

Tida Grillo

Jornalismo PMSD

 

 

Horários de atendimento

Saiba os melhores horários
para entrar em contato conosco

Segunda a sexta: 12hrs às 18hrs 
Final de semana: Fechado

Durante esses horários estaremos à sua
disposição para lhe atender

Nossa sede

  • Demo

    Centro

    Pça Cesário Alvim, 2

Demo

Contato e localização