Terça, 02 de Março de 2021

A educação remota durante a pandemia

A educação remota durante a pandemia

Sendo um dos setores da sociedade mais afetados pela pandemia da Covid-19, a educação segue como um desafio em um momento no qual ainda não é possível prever a normalidade das atividades. As escolas municipais precisaram ser fechadas em medida de prevenção ao contágio da Covid-19 há quase um ano. Desde então, o cenário da pandemia no Brasil avançou e as atividades escolares permaneceram funcionando apenas no regime remoto.

 

Mas o calendário não parou! O ano letivo de 2020 foi concluído, e os alunos que permaneceram nas atividades não presenciais começaram o ano com mais um desafio pela frente; em 2021 as atividades remotas permanecerão no cotidiano escolar por um bom tempo.

 

Em um momento no qual a retomada de aulas presenciais é estudada a nível federal, estadual e municipal, Santos Dumont segue atendendo às suas mais de 3 mil crianças e adolescentes matriculados na rede municipal em regime 100% à distância. O calendário escolar da rede já está em curso integralmente em regime remoto desde o início de fevereiro, não gerando assim prejuízo ou atrasos para o começo das aulas.

 

A ação da Secretaria Municipal de Educação e Cultura antecipa até mesmo o Estado de Minas Gerais, que tem previsão de recomeço para o início de março. Alunos e alunas com acesso a Internet podem realizar o acompanhamento online, direto de suas casas. Aqueles que não têm acesso à internet são assistidos pela Secretaria de Educação, recebendo quinzenalmente materiais e tarefas propostas pelo plano de ensino à domicílio. Dessa forma, mais de 100 famílias são atendidas com o envio de material físico.

 

Os diretores e supervisores das escolas atuam como elo entre os alunos e professores, recebendo as demandas e repassando para os profissionais da educação que atuam também remotamente. Essa estratégia tem se mostrado de grande valia, sobretudo, com aqueles alunos sem acesso a internet. As escolas da zona rural que possuem o recurso liberaram o acesso para seus matriculados, trazendo ao alcance dos alunos ferramentas que facilitam o aprendizado neste momento delicado da pandemia.

 

Desde o início da pandemia a Prefeitura de Santos Dumont, através da Secretaria de Educação e Cultura, tem atuado para amenizar os prejuízos impostos pelo avanço do coronavírus no país. Com ações em conjunto, ouvindo alunos, pais e professores, a secretaria desenvolve estratégias que permitem a manutenção do acesso à educação básica a milhares de crianças e adolescentes sandumonenses.

 

Rodrigo Abreu

Assessoria de Comunicação